VDS Tecnologia

Telefonia Fixa ou Virtual? Quais as principais diferenças entre elas?

O crescimento da tecnologia VoIP mudou a forma com que as empresa se comunicam com seus clientes, fornecedores e até sua comunicação interna, e essa transformação visa, basicamente, melhorar a eficiência de processos organizacionais e diminuir custos. 

Até poucas décadas atrás, pensar em linhas telefônicas significava ter uma linha fixa, analógica e por pulso, e que ainda é presente no nosso dia a dia, apesar de transformação digital pelo que o setor está passando e das opções mais modernas e eficientes existentes no mercado.

Enquanto as linhas digitais usam a internet para a transmissão de voz, convertendo  as chamadas em pacotes de dados, as linhas analógicas dependem de uma Rede Telefônica Pública Comutada (PSTN) para realizar as chamadas, além de exigirem a instalação e passagem de cabos para conectar as linhas ou ramais aos aparelhos telefônicos e PABX.

Então vamos explicar de uma vez por todas quais as diferenças entre Telefonia Fixa e Virtual, acompanhe!

O que é o PABX?

Uma boa comunicação é um fator imprescindível para o sucesso de qualquer negócio. Contudo, existem diversas falhas na área de telefonia que afetam a produtividade, levando a resultados abaixo do esperado. Para os gestores e empreendedores que querem melhorar o desempenho dos processos de rotinas organizacionais, a plataforma de PABX (Private Automatic Branch Exchange) é a escolha ideal.

Esse serviço surge para suprir os gaps que são comuns à telefonia padrão, integrando linhas e ramais e oferecendo maior organização e eficiência à interação entre os colaboradores e também com o público externo. Essa melhora de desempenho gerada pelo serviço de telefonia PABX traz resultados positivos, significando um investimento de qualidade em sua organização.

Entenda funciona o sistema PABX

A plataforma atua como uma central telefônica: a partir de uma única linha, é possível realizar chamadas simultâneas. Esse serviço viabiliza ramais para que seja feita a comunicação interna, entre os departamentos, e também distribui as ligações externas.

Para fazer uma ligação interna, basta que o colaborador digite os números do ramal. Para as ligações externas, é necessário digitar o zero antes do número de telefone (ou o número definido pela empresa).

Como são os tipos de PABX?

– PABX Analógico

Sendo um dos primeiros e mais antigos serviços de telefonia, o PABX Analógico é um equipamento projetado para receber linhas convencionais por meio das operadoras de telefonia. Trata-se de um sistema mais complexo, ainda bastante utilizado por corporações de grande porte tradicionais, já que exige suporte técnico especializado e manutenção constante.

Os recursos desse tipo pioneiro do serviço são os mais básicos, como realização de chamadas e transferência entre ramais. O PABX Analógico não tem muitas funcionalidades avançadas, por não comportar o uso de ferramentas tecnológicas. Porém, ele é um marco em soluções corporativas e sempre será referência em telecomunicações.

A manutenção deve ser feita constantemente, sendo indicada uma frequência semanal. Por depender do funcionamento físico dos equipamentos, cabos e fibras, precisa ser monitorado continuamente. Isso significa que é necessário concentrar uma maior quantidade de profissionais para garantir a eficiência do serviço. Além disso, caso algum componente primordial entre em pane, toda a operação do seu negócio fica comprometida.

Com menos funcionalidades em relação aos outros tipos de PABX mais modernos, esse tipo é o mais indicado para organizações tradicionais, que não têm a necessidade desses recursos extras.

Seus principais benefícios são:

  • identificador de chamadas;
  • gerenciamento das ligações internas e externas;
  • chamada em espera;
  • capacidade de realizar ligações distintas para cada ramal;
  • transferência de chamadas;
  • inserção de senhas para os ramais;
  • bloqueio no recebimento de ligações a cobrar.

Esse modelo ainda é comercializado e utilizado pelas empresas brasileiras, mas não é a solução ideal para grandes organizações inovadoras, principalmente aquelas que têm ciência de que precisam dispor de inovações tecnológicas convergentes com as demandas atuais dos clientes.

– PABX Digital

O PABX Digital une os recursos físicos do analógico com algumas funções que tornam-se possíveis somente por causa do adendo da tecnologia. O sistema implantado é de entroncamento digital, que permite a incorporação de um maior número de linhas.

Ampliando a quantidade de linhas, aumenta-se o número de ramais, gerando maior economia para o negócio. A tarifação dos serviços é menor do que com o PABX Analógico, sendo centralizada em uma operadora.

Seu sistema permite programações avançadas, como limitar duração de chamadas, seleção automática de linhas ou transferência entre ramais. A estrutura digital também pode ser interligada a outros computadores, dispositivos ou mesmo tipos de PABX.

O conjunto de recursos proporcionados pelo PABX Digital possibilita melhorar a qualidade do atendimento e ainda contribui para a produtividade da empresa. Os custos de instalação e manutenção são relativamente baixos, se considerarmos os benefícios trazidos pela sua operação.

Além disso, essa tecnologia oferece diversas vantagens quando comparada à convencional. Recebendo e transmitindo ligações com mais qualidade de voz e maior estabilidade de rede, as principais funcionalidades do PABX Digital são:

  • seleção automática de linhas;
  • ramal econômico, permitindo um limite de tempo para cada ligação e evitando, assim, que os funcionários fiquem pendurados no telefone e se distraiam, afetando a produtividade;
  • tecnologia digital, oferecendo chamadas sem ruídos nem interferências;
  • consulta à portabilidade de números de celular, possibilitando que a ligação seja realizada pela operadora que ofereça a maior economia;
  • possibilidade de interligação com computadores e tablets;
  • configuração bastante simples, facilitando sua utilização;
  • possibilidade de integração com o PABX Analógico;
  • discagem direta por ramal;
  • centralização de tarifa pelas operadoras.

O PABX Digital é uma excelente alternativa dependendo do porte da companhia, já que exige aparelhos específicos para funcionar corretamente. Nesse caso, é preciso que o gerente de TI verifique o custo-benefício e decida se essa é a melhor solução a ser implementada ou se vale analisar a possibilidade de investir em outros tipos de PABX.

– PABX IP

Trata-se de uma tecnologia que utiliza o sistema VoIP (Voz sobre IP), por meio do qual a rede de dados trabalha de maneira similar à telefonia fixa. Permite o uso de ramais virtuais em qualquer aparelho que tenha acesso à internet, que pode ser o seu smartphone, computador ou tablet.

Altamente flexível, o PABX IP roda como um software no dispositivo, aumentando a produtividade das equipes, que podem se comunicar facilmente de onde estiverem. Outro ponto positivo é que essa tecnologia dispensa a instalação de toda uma infraestrutura física e robusta para o seu funcionamento.

Além da possibilidade de ser utilizado como um PABX tradicional, o IP oferece as seguintes facilidades:

  • ramal remoto;
  • Unidade de Resposta Audível (URA);
  • possibilidade de fazer reuniões por áudio;
  • correio de voz moderno;
  • pode ser adotado por empresas de qualquer porte, pois é escalável e não exige espaço físico para sua instalação;
  • conta com todas as funcionalidades dos modelos analógico e digital.

É um sistema que gerencia todos os seus recursos de maneira ágil e eficiente. Como seu funcionamento é totalmente online, promove a redução de custos em médio e longo prazo, já que as ligações entre os ramais da empresa têm custo zero.

No dia a dia, é bem interessante para empreendimentos que começaram as suas atividades recentemente. Também é recomendado para gerentes que contam com equipes mais modernas, acostumadas com as facilidades da mobilidade. É igualmente indicado para aqueles que realizam trabalho externo ou em home office, mas que precisam estar em contato com a companhia para exercer suas funções em sinergia com seus times.

– PABX Híbrido

Essa solução reúne as melhores características dos modelos analógico e digital, com a implementação da tecnologia IP, permitindo a interligação entre filiais com chamadas gratuitas.

Na prática, ele é a junção dos tipos de PABX anteriores, possibilitando a utilização de ora um, ora outro. Desse modo, representa mais economia nas contas de telefonia e qualidade nas ligações, sejam elas analógicas, digitais ou por IP.

Com o PABX Híbrido, pode-se ter, em uma única ferramenta, ramais fixos, digitais e números VoIP. Então, a própria central híbrida determina qual é a rota de menor custo, dependendo do tipo de ligação.

Os principais pontos positivos do PABX Híbrido são:

  • a central é moldada de acordo com a necessidade de cada negócio;
  • interligação com computadores, dispositivos móveis e outros tipos de PABX;
  • possibilidade de fazer ligações com tecnologia IP;
  • todas as vantagens dos sistemas anteriores.

Grande parte das organizações brasileiras ainda utiliza o PABX Analógico. Por isso, o modelo híbrido é bastante interessante para aquelas que desejam fazer a transição para outros mais modernos e experimentar seus benefícios sem perder a infraestrutura já instalada.

– PABX Virtual

Sendo um dos mais sofisticados do mercado, esse modelo de PABX consiste em um software conectado a uma central virtual. Todo o gerenciamento é feito por ambiente de navegação, e ele pode ser instalado de forma LOCAL (servidor físico ou virtualizado) ou na NUVEM.

Realizando todos os procedimentos presentes nos terminais físicos, o PABX Virtual consegue cobrir toda a rede de colaboradores. É indicado para as organizações que têm consultores ou muitos funcionários em campo.

O PABX Virtual facilita o trabalho remoto, permitindo que os colaboradores atendam chamadas mesmo em trânsito. Para ativar o PABX Virtual, é preciso somente uma conexão de internet rápida e segura.

O software traz escalabilidade pelas licenças de uso do programa e não apresenta quase nenhum custo de manutenção; por isso, é um PABX de grande vantagem para as empresas. O sistema proporciona as funcionalidades do modelo digital, mas acrescentando:

  • atendimento automatizado;
  • possibilidade de gravação das chamadas;
  • personalização dos atendimentos de acordo com o quadro de horários;
  • gerenciamento das filas de espera;
  • salas de conferência.

Com todas essas funcionalidades, os ganhos são ampliados para diversas áreas do negócio. Você melhora a experiência do seu cliente, facilita a comunicação com seus parceiros fornecedores, aplica treinamentos para colaboradores pulverizados geograficamente e aproxima as filiais e a matriz.

– PABX Nuvem

Pode até parecer que é outro novo serviço, mas o PABX Nuvem é uma outra forma de se referir ao virtual. Na internet, você encontra fornecedores que adotaram na sua nomenclatura o termo “virtual”, e outros, a expressão “nuvem”. Não se assuste quando se deparar com esses nomes.

O termo “nuvem” se deve ao fato de que o sistema todo usa a tecnologia de computação em nuvem. Essa inovação surgiu em 1997, mas só começou a ser ofertada comercialmente há cerca de 10 anos. Segundo os seus idealizadores, essa tecnologia oferece redução de custos, aumento da produtividade, desempenho, confiabilidade e segurança para as organizações.

A computação em nuvem é uma tendência no mercado e já tem sido usada para diversos processos, como o armazenamento de dados, além dos softwares. Ela permite que os colaboradores de uma empresa possam trabalhar em regime de home office, por exemplo, porque possibilita o acesso aos sistemas e arquivos operacionais sem a necessidade de estar em um ponto de operação do empreendimento.

 

LEIA TAMBÉM: 10 Motivos para contratar um PABX virtual ainda em 2020.

Como fazer a implantação do PABX?

Deve-se primeiramente levantar as principais necessidades da empresa, que serão atendidas pelo novo sistema telefônico. Por exemplo, se a equipe comercial faz muita venda externa, de modo que seus membros costumam ficar várias horas fora da empresa, é importante dar preferência a um PABX com bons recursos de mobilidade. Nesse caso, o Híbrido, o Virtual e o IP são boas opções.

Se há pouco espaço físico no seu negócio, será preciso escolher um modelo menor ou que não exija muitos componentes. Nesse caso, o PABX Virtual é uma excelente alternativa, além do PABX IP, que não precisa de uma infraestrutura robusta.

Após levantar todas as demandas de comunicação que devem ser atendidas, busque por um fornecedor confiável, com equipamentos de qualidade, além de atender aos requisitos que sua empresa está procurando.

Conteúdos relacionados

2 Comments

  • Marcos janeiro 4, 2021

    Ótimo trabalho!
    Após perder muito tempo na internet encontrei esse blog
    que tinha o que tanto procurava.
    Gostei muito.
    Meu muito obrigado!!!

    • Redação | VDS março 16, 2021

      Nós que agradecemos, continue nos acompanhando! Obrigado!

Deixe uma resposta para Redação | VDS Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *