VDS Tecnologia

Será o home-office o futuro das empresas?

Para muitos trabalhadores, o impacto do COVID-19 depende muito de uma pergunta: Posso trabalhar em casa ou estou preso ao meu local de trabalho? Quarentenas, bloqueios e isolamento auto-imposto levaram dezenas de milhões de pessoas ao redor do mundo a trabalhar em casa, acelerando um experimento no local de trabalho que tinha lutado para ganhar força antes do COVID-19 chegar.

Dessa forma, não é novidade que a volta à rotina de trabalho pós-quarentena será muito diferente do que se tinha antes da chegada da pandemia. O home office está sendo aplicado em boa parte das empresas e, em muitos casos,  tem funcionado bem.

O que é, realmente, o home office?

Home office, em seu conceito, significa trabalhar em casa, exercendo suas funções por meio da internet. Ele é um modelo que pode ser adotado de maneira integral ou híbrida, com o funcionário executando seu trabalho em casa e/ou na empresa.

Vantagens e desvantagens desse modelo de trabalho

Um escritório doméstico é um espaço designado na residência de uma pessoa para fins comerciais oficiais. Assim, escolhido por quem trabalha em casa, seja autônomo ou trabalhador remoto. 

Com o aumento dos custos, muitas pequenas empresas se tornaram dependentes de espaço para escritórios em casa. E com a internet e outros recursos disponíveis, trabalhar em casa como autônomo ou dono de uma pequena empresa se torna uma das maiores vantagens, isso porque é muito mais acessível e uma opção mais viável.

Vantagens

  • Economia: menor gasto com encargos trabalhistas e com o espaço físico. É possível até mesmo oferecer condições de trabalho melhores ao funcionário;
  • Produtividade: é comum que o home office aumente os índices de tarefas concluídas de um funcionário. Em parte, por ele executar sua tarefa em um ambiente mais confortável;
  • Flexibilidade: colaboradores têm mais flexibilidade para organizar o seu horário e de onde trabalhar. Além disso, abre o mercado de trabalho para Pessoas com Deficiência;
  • Maior alcance para funcionários: com o trabalho em casa, pessoas que moram em lugares distantes têm melhores chances de emprego.

Desvantagens

  • Segurança de dados pela internet;
  • Dificuldade na capacitação;
  • Gastos com o equipamento para home office.

Algumas razões que demonstram que, talvez, o home office seja o futuro das empresas

Há vários motivos pelos quais trabalhar em casa está ganhando força rapidamente. A tendência não se restringe apenas ao Brasil; as estatísticas dos EUA e da Europa, bem como das economias em desenvolvimento da Ásia também refletem que trabalhar em casa é o futuro da geração de empregos, renda e riqueza.

Razões

  • Eliminar longos trajetos

Um viajante a seu trabalho, gasta, em média, 42 horas, por semana, em engarrafamentos, o que é muito maior do que as horas de trabalho. Além disso, longos deslocamentos causam estresse, afetando negativamente a produtividade dos funcionários e acarretando em diversas outras questões. Dadas essas circunstâncias, um grande número de empresas irá encorajar empregos de casa e/ou contratar freelancers.

  • Produtividade do funcionário

O nível de produtividade dos funcionários que trabalham à distância fica numa média de 7,7, enquanto o dos funcionários vinculados ao escritório fica em 6,5 em uma escala de 10. 

Como foi dito na razão anterior, o deslocamento, muitas vezes, gera estresse. Por isso, a eliminação disso permite estilos de vida mais relaxados, resultando numa melhora da qualidade de vida. Além disso, trabalhar em casa dá a liberdade aos funcionários de não serem obrigados a usar trajes formais de escritório, o que também ajuda a reduzir o tempo gasto na preparação para o dia de trabalho.

  • Atrair melhores talentos

À medida que aumenta a concorrência em todos os setores da indústria, as empresas enfrentam cada vez mais dificuldades para atrair talentos de excelência. Pessoas altamente qualificadas, geralmente, não estão dispostas a se mudarem; contratar localmente é desafiador se um conjunto específico de habilidades exigidas por uma organização não estiver disponível.

Em suma, existem vários outros motivos pelos quais trabalhar em casa é uma tendência futura. O aumento dos preços dos imóveis torna impossível, mesmo para grandes corporações, abrir escritórios em vários locais. Fornecer instalações para trabalhar em casa contorna esses investimentos em termos de compromissos financeiros e mão de obra.

Além disso, outro fator que contribui para a comprovação de que esse pode ser um modelo de trabalho do futuro é o indicador de que trabalhadores domésticos são menos propensos a tirar licença médica. 

 

Conteúdos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *