VDS Tecnologia

O que é governança de TI?

A tecnologia é vital para qualquer empresa atualmente, mas a sua empresa tem dado o devido valor estratégico para ela? E sabe o que é a governança de TI e a importância de implementá-la o mais rápido possível? 

A relação da governança de TI com a administração da sua empresa deve ser estreita, direta e basilar. Isso porque, ao implementar essa prática o seu negócio estará assegurando um compromisso com a transparência, a inovação e a competitividade. 

Sobre a governança de TI

A pensar o que é a governança de TI podemos defini-la como um conjunto de práticas que orienta gestores na hora de tomar decisões estratégicas. Por isso, elabora e planeja as ações primordiais da área de tecnologia da informação e atua diretamente junto ao planejamento a longo prazo da empresa.

Para efetivar esse papel central da governança de TI, é preciso adotar um conjunto de regras, ações, políticas e processos de organização dentro da gestão de TI, que é diferente da governança.

Ao entender o que é a governança de TI precisamos saber que ela faz parte da governança corporativa. Segundo o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa esta pode ser definida como “o sistema pelo qual as empresas e demais organizações são dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo os relacionamentos entre sócios, conselho de administração, diretoria, órgãos de fiscalização e controle e demais partes interessadas”.

Além disso, “as boas práticas de governança corporativa convertem princípios básicos em recomendações objetivas, alinhando interesses com a finalidade de preservar e otimizar o valor econômico de longo prazo da organização, facilitando seu acesso a recursos e contribuindo para a qualidade da gestão da organização, sua longevidade e o bem comum”.

Depois de entender o que ela é, também é importante saber qual é o principal foco da governança de TI, seus objetivos e funções:

  • garantir a segurança da informação;
  • otimizar a aplicação de recursos tecnológicos e humanos;
  • tomar decisões estratégicas envolvendo a TI;
  • criar diretrizes, responsabilidades, competências e habilidades da área;
  • controlar todos os processos que envolvam a TI;
  • estar alinhada com a visão, missão, valores e metas da empresa;
  • gerenciar os riscos de TI que afetam também outros setores;
  • mensurar o desempenho da área por meio de KPIs estabelecidos estrategicamente;
  • ampliar e melhorar os processos de segurança internos e externos;
  • auxiliar a empresa a tomar decisões mais vantajosas;
  • trazer mais transparência aos processos e prioridades da área.

 

A governança de TI, que é vital para as empresas atualmente (especialmente para os negócios que estão cada dia mais complexos), também deve ter um papel de destaque nas estratégias a longo prazo das empresas.

Como pode ser percebido, ela também é essencial na transformação digital. Afinal, a partir do momento em que os negócios entendam o que é a governança de TI e a importância dela para a sua sobrevivência, maturidade e concorrência, ela deve receber um poder de mudar as estruturas que sejam necessárias para manter o negócio próspero.  

Ao entender o que é a governança de TI e a importância de colocá-la em prática, a empresa  poderá lidar melhor com os desafios da transformação digital e tornar-se ainda mais inovadora e competitiva diante do mercado em que atua. 

Afinal, todas as organizações dependem da tecnologia, mas quantas estão indo além da mera gestão em TI? 

 

Conteúdos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *