VDS Tecnologia

Quando se fala em “SBC” você deve pensar sempre em uma borda (Session Border Control). Essa borda pode ser, por exemplo, entre a sua WAN e LAN. Ou entre você (operadora) e seu cliente. Fazendo uma analogia, pode ser entendido como um “firewall” entre a sua rede e alguma outra rede.

 

Além das questões relacionadas à segurança dos sistemas de telefonia, algumas aplicações de SBC – Session Border Controller, tornam essa ferramenta indispensável para cenários corporativos.

 

Isso porque o equipamento permite adotar melhorias de desempenho que impactam diretamente no custo operacional e na disponibilidade de serviço, sendo capaz de diminuir a complexidade do tráfego de dados entre filiais e minimizar possíveis falhas que poderiam causar interrupções na comunicação. Entenda!

 

3 aplicações de SBC indispensáveis à telefonia.

Transcoding

Os dados de voz que trafegam pela internet dos usuários, vem com alta qualidade, e isso reflete em um alto consumo de banda, e também em um alto custo por chamada.

O transcoding realiza a compressão/descompressão desses pacotes de dados, reduzindo o volume que circula na rede interna e entre empresa/operadora. Assim, a demanda de internet é reduzida, o que reflete em economia.

 

Stand-Alone Survivability (SAS)

Necessário em casos que o sistema de telefonia unifica diferentes localidades, esse recurso visa uma melhor gestão dos pontos de telefonia.

 

Os SBC são capazes de substituir a necessidade de um PABX local, quando distribuídos estrategicamente na rede da empresa, beneficiando-se da capacidade de compartilhamento de recursos. Nesse modelo, cada filial ou empresa do grupo de telefonia é ligada a uma central, que utiliza das funcionalidades providas pela mesma.

 

Register Authorization (RA)

Essa funcionalidade visa autorizar ou não as chamadas realizadas por ramais externos. 

Quando uma chamada é solicitada ao PABX, sua credencial passa por uma avaliação de usuários autorizados, com isso, o RA define se a chamada pode ser ou não efetuada.

 

Também é possível executar os registros em múltiplos PABX, como um recurso de redundância. Após um registro ser autorizado ou negado, o SBC mantém o estado do registro e das transações dos usuários registrados para futuras consultas.

 

As 7 principais funções de um SBC – Session Border Controller

Ocultar topologia

A função do SBC aqui é ficar entre a rede da operadora e o cliente, desta forma o cliente consegue visualizar somente o SBC e nenhum servidor dentro da sua rede.

Desta forma o SBC pode ser instalado em cada cliente da operadora, mas também pode ser instalado dentro da operadora para atender N clientes.

2. Gerenciamento de tráfego de mídia

Neste modelo, o SBC gerencia o tráfego de mídia. No exemplo abaixo o tráfego de voz está sendo enviado para ser tratado por um servidor, enquanto o tráfego de vídeo está sendo enviado para ser tratado por outro servidor. Pode, inclusive, ser diferenciado cada tipo de tráfego por uma VLAN distinta.

Ainda neste modelo, também pode ser feito o redirecionamento do tráfego de voz para fins de gravação solicitada pela justiça. Caso bastante comum em operadoras STFC.

3. Interoperabilidade

Interoperabilidade é a capacidade de um sistema (informatizado ou não) de se comunicar de forma transparente (ou o mais próximo disso) com outro sistema (semelhante ou não)” – Wikipedia.

Neste modelo, o SBC é bastante utilizado nas operadoras. Ocorre quando os equipamentos A e B precisam conversar, porém, por alguma questão técnica, eles não conseguem conversar diretamente um com o outro. Neste caso, o SBC faz o “meio de campo” entre os equipamentos.

4. Manutenção de NAT

Quem nunca ouviu falar que SIP e NAT não funciona bem? Pois é, em muitas plataformas conhecidas no mercado isso realmente é um problema.

Neste caso o SBC ficaria instalado logo após a plataforma que não trabalha com NAT para poder tratar os pacotes que passam por ali, ou seja, o SBC faria toda a manutenção de NAT.

Não necessariamente o NAT precisa ser/estar no próprio SBC. Basta ter um NAT em qualquer parte do caminho que já é o suficiente para que algumas plataformas não funcionem bem.

5. Controle de Acesso

Sabemos que, em alguns casos, as operadoras necessitam ter um “IP válido” aberto para receber conexões de qualquer IP. Sem dúvida alguma este IP receberá muitas e muitas conexões do mundo inteiro, tentativas de invasão diárias, DDOS, e diversos outros ataques usando o protocolo SIP.

Para estes casos é altamente recomendável a utilização de um SBC, que estará preparado para conter essa onda de ataques, protegendo os seus servidores internos da rede externa. 

6. Reparo de protocolo

Apesar de sabermos que o protocolo SIP possui um padrão definido em RFC, alguns equipamentos não seguem à risca estas definições ou até mesmo desenvolvem particularidades extras ao SIP original.

Ao mesmo tempo que isso é um fato, as operadoras querem sempre poder conversar com o maior número possível de equipamentos, pois cada cliente possui um equipamento diferente, com versões diferentes do SIP.

7. Criptografia de Mídia

O SBC também pode ser utilizado para criptografar mídia entre 2 pontos. Como por exemplo, criptografar a voz entre Matriz e Filial de alguma empresa. Assim protege as informações da sua empresa antes de jogar para a WAN.

Conclusão

Agora que você sabe como e onde utilizar um SBC assim como quais as suas funções e aplicações, conseguiu ver a importância dele em sua rede? 

Você, da área de TI, possui a obrigação de propor melhorias que mantenham a continuidade do negócio dentro das boas práticas existentes no mercado. 

Afinal, nenhum administrador de TI quer ter sua rede invadida ou comprometida.

Existem vários SBCs no mercado, para atender as mais diversas topologias e necessidades. Desde pequenos SBCs com valores acessíveis para atender pequenas empresas, até SBCs mais robustos para operações maiores.

Consulte a VDS Tecnologia para saber mais sobre o SBC e como podemos lhe ajudar a implantar essa ferramenta na sua empresa!

Conteúdos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *